Aqui acreditamos em ciência, tecnologia
e cuidado.

E nossa revolução é 100% baseada em comprovações científicas validadas internacionalmente.

Aqui acreditamos em ciência, tecnologia
e cuidado.

E nossa revolução é 100% baseada em comprovações científicas validadas internacionalmente.

Estudos científicos comprovam que o monitoramento remoto aplicado a oncologia clínica é capaz de aumentar a sobrevida dos pacientes, melhorar sua qualidade de vida e também reduzir o consumo excessivo do sistema de saúde.

Esse resultado é alcançado através do manejo proativo dos efeitos colaterais provocados pela alta toxicidade dos tratamentos, aconselhamento nutricional e psicológico, além do incentivo a pratica de exercícios físicos.

Qualidade de vida após 6 meses

Cuidado comum

Melhorou
Não afetou
28%
Piorou
34%

Paciente com monitoramento remoto

Melhorou
53%
Não afetou
29%
Piorou
18%

Cuidado comum

Melhorou 38%
Não afetou 28%
Piorou 34%

Paciente com monitoramento remoto

Melhorou 53%
Não afetou 29%
Piorou 18%

Idas à emergência e internações

Idas a emergência (P=0,02)

Monitoramento remoto
34%
Cuidado comum
41%

Hospitlizações (P=0,08)

Monitoramento remoto
45%
Cuidado comum
49%

Idas a emergência (P=0,02)

Monitoramento remoto 34%
Cuidado comum 41%

Hospitlizações (P=0,08)

Monitoramento remoto 45%
Cuidado comum 49%

Font: Basch E, Allison MD, Mark GK, Howard IS, Clifford AH, Paul S. Symptom Monitoring With Patient- Reported Outcomes During Routine Cancer Treatment: A Randomized Controlled Trial, J Clin Oncol 2016: 34(6), 557–565.

Saiba mais sobre Monitoramento Remoto em Pacientes Oncológicos