Paciente Oncológico: 5 dicas de alimentação pra você!

A alimentação é muito importante para o paciente com câncer, pois através dela é possível manejar os sintomas decorrentes do tratamento. Além disso, uma boa alimentação também é importante para absorver os nutrientes necessários para um bom funcionamento do corpo. 

A depender do tipo de tratamento, o paciente pode sentir enjoos, desconfortos gastrointestinais e consequentemente pode deixar de se alimentar da melhor forma. Uma má alimentação impacta diretamente no bem estar e no dia a dia do paciente. 

Pensando nisso, separamos 5 dicas para que você tenha uma rotina de tratamento mais segura, tranquila e confortável.

1. Beba água

As quimioterapias utilizadas para o tratamento do câncer podem comprometer o funcionamento dos rins, pois possuem grau de toxicidade que pode variar conforme a medicação e a dose que cada paciente recebe.

 

Normalmente, a medicação é eliminada pela urina. A ingestão de água é importante para que o paciente se mantenha hidratado e para que o rim funcione bem e elimine as toxinas presentes na medicação.

2. Substitua frituras por alimentos com boas fontes de gordura

Alimentos fritos são responsáveis pelo aumento do colesterol, triglicérides, insulina e aumentam o risco para doenças cardiovasculares. Além desses problemas, a gordura presente nos alimentos durante o período de tratamento pode provocar episódios de náusea, vômito e desconforto intestinal. 

As boas fontes de gordura são importantes para manter a imunidade do paciente e fornecem as vitaminas A, C, D, E, B6 e B12. Além disso, são fontes de ácido fólico, zinco e ômega-3. 

Você pode encontrar esses nutrientes em alimentos como: castanhas, nozes, sementes de linhaça e chia, azeite, abacate e peixes como a sardinha, entre outros. 

3. Coma em pequenas porções

Durante o tratamento é normal que o paciente sinta enjoos, desconfortos gastrointestinais ou até simplesmente não sinta vontade de se alimentar. É normal que o apetite diminua, mas para alguns pacientes, pode haver o aumento do apetite. 

Por isso, é interessante ingerir pequenas porções de alimentos durante o dia. Dê preferência aos alimentos naturais, sem açúcar e que possuem boas fontes de gordura. 

4. Refrigerantes e bebidas alcoólicas não são recomendados

Refrigerantes geralmente devem ser evitados, pois contêm substâncias estimuladoras que causam reações que não são boas ao corpo, como: enjoos, azia, desconforto abdominal e cólicas intestinais.

O consumo de bebidas alcoólicas está ligado primeiramente ao risco de desenvolver câncer, ainda, o consumo de bebidas pode ter interações negativas com a quimioterapia, podendo diminuir o efeito da medicação. 

Além disso, é comprovado que não existe dose de ingestão de álcool que seja considerada segura para o paciente com câncer.

5. Alimentos crus

Durante o tratamento oncológico, o paciente pode sofrer com a queda de imunidade. Por não passarem pelo processo de cozimento, os alimentos crus estão mais suscetíveis a causarem contaminação aos pacientes. Por isso, é importante consumir alimentos bem cozidos e que tenham sido higienizados. 

 

Para mais informações sobre câncer e tratamento, conte com o apoio dos nossos enfermeiros via chat de seg. a sex. de 9h às 18h!

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas. 

Lembre-se: alimentação também é remédio. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Posts recentes

Telemedicina com a WeCancer

Telemedicina com a WeCancer O Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamentou emergencialmente a telemedicina no Brasil em 2020. Desde então, é inegável o impacto das

Leia mais >